quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Usando Fiasco em Outros RPGs

Fiasco é um grande jogo, um RPG que vai além dos RPGs normais e oferece uma experiência totalmente diferente de tudo que eu já tinha visto ou jogado. Mas eu não estou aqui para falar do Fiasco propriamente dito, mas sim de como utilizar um de seus elementos mais legais em outros jogos de RPG.

No Fiasco, logo no início do jogo os participantes devem sortear as relações que tem entre si. Cada jogador deve ter alguma ligação com o outro que está a sua direita e aquela a sua esquerda. Isso é feito de forma meio aleatória mas nem tanta. São rolados alguns dados e cada um por vez vai selecionando o resultado de alguns dados e consultando uma tabela. Essa tabela tem no total 36 relações divididas em seis categorias (Família, Passado, Profissão, entre outras). E por que isso seria legal de se usar em outros RPGs? Bem, porque além de fornecer algumas justificativas de como os personagens se conhecem, elas podem ser usadas como sementes para histórias entre os personagens.

No Fiasco, essas relações combinadas com os objetivos e lugares importantes ligados aos personagens são tudo o que o grupo precisa para jogar. Por meio delas os participantes criam a história dos personagens e desenvolvem a trama do jogo. Dessa forma, em outros RPGs elas podem enriquecer ainda mais o jogo.

Para esse post eu fiz uma tabela de relações que pode ser usada de maneira geral em jogos de fantasia medieval típicos, só para que tenham uma ideia do que se pode fazer. Para utilizá-la, role dois dados de seis faces para cada personagem da mesa, o ideal é ter realmente dois dados para cada jogador da mesa e deixar todos os resultados a mostra. Então, o jogador mais novo da mesa escolhe dois dados para definir a sua relação com o jogador a sua esquerda. O resultado de um dos dados define a categoria da relação e o outro dado define a relação específica dentro dessa categoria. Isso se repete até que todos os jogadores tenham uma relação com o personagem do jogador a esquerda e a direita. É claro que você pode utilizar a tabela como quiser e deixar que cada um escolha as relações que quiser, mas as vezes esse processo aleatório acaba estimulando a criação de histórias mais diferentes e criativas, mas de forma alguma se limite a ele.

A tabela seria essa abaixo:

1 - Família e Romance
1) Irmãos de criação
2) Primos distantes
3) Órfão e pai adotivo
4) Amantes
5) Casados a força
6) Romance proibido

2 - Aventuras
1) Salvador e resgatado
2) Fugitivos de um crime que não cometeram
3) Sócios caçadores de tesouros
4) Aventureiros farsantes
5) Caçadores de Recompensas
6) Exploradores

3 - Passado
1) Alunos do mesmo mestre
2) Cresceram na mesma cidade
3) Ligados por um segredo sombrio
4) Rivais desde criança
5) Ex-amigos
6) Ex-criminosos

4 - Cultura
1) Da mesma ordem ou grupo
2) Adoradores do mesmo deus
3) Mesma sub-espécie (tipo de elfo, humano, anão...)
4) Ligados por um promessa
5) Praticantes da mesma técnica (de magia, de luta, de movimentos...)
6) Desertores de um grupo que agora os procura

5 - Comunidade
1) Heróis preferidos do vilarejo
2) Párias locais
3) Membros da Guarda
4) Conselheiros
5) Membro de grupo rival ao dominante da cidade
6) Estranhos

6 - Magia
1) Portadores de tatuagens mágicas
2) Membros do circulo de magia
3) Ligados por uma profecia
4) Sem memória e só lembram um do outro
5) Buscam por uma magia secreta
6) São idênticos um ao outro mas não são parentes

Além disso, você pode utilizá-la também para definir relações entre NPCs e, se fizer uma com objetivos e lugares, usá-la como bases para criar algumas aventuras. Agora, não fiquem tímidos e façam suas próprias tabelas de relacionamentos para a sua campanha.

Para dar um exemplo, vou mostrar uma outra tabela com o mesmo espírito, mas um pouco diferente. Essa eu fiz para uma mesa de Dark Sun, em que a aventura começava em Tyr, após a morte do Rei Bruxo Kalak. Ela usa apenas um dado de vinte faces. Cada jogador rola para o d20 para ver o relacionamento que tem com outro jogador.

Relacionamentos em Tyr
1) Membros da Guarda de Tyr
2) Ex-escravos companheiros
3) Templares
4) Gladiadores rivais
5) Defilers em segredo
6) Empregados da Casa Vordon
7) Participantes da Revolução contra Kalak
8) Membros da Aliança Velada
9) Espiões de Urik
10) Ex-dono e ex-escravo
11) Nômades
12) Ex-Caçadores de Escravos
13) Escravos fugitivos de outra Cidade-Estado
14) Ambos querem vingança contra um Templar
15) Ex-comerciantes das dunas
16) Membros de um culto aos elementos
17) Psiônicos Selvagens que aprenderam seus poderes juntos
18) Amigos de infância
19) Caçadores de Criaturas
20) Membros de uma gangue de Tyr

E aí, o que acharam?