quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Mais notícia sobre a próxima edição de D&D

Embora seja muito cedo, ainda, para se falar das especificidades da nova edição de D&D, que, oficialmente, não estão chamando de D&D 5th Edition, mas de D&DNext, algumas privilegiadas pessoas tiveram a oportunidade de participar de algumas sessões secretas com o que é o rascunho inicial do novo sistema. Elas ainda não podem falar muitas coisas (política de segurança, eu acho), elas revelaram algumas informações que podem ser úteis e podem nos deixar ainda mais ansiosos e esperançosos.

Dave "The Gamer" do Critical Hits (blog premiado pelo Ennies de 2011) publicou lá alguns pontos interessantes que ele notou nesse começo de desenvolvimento, como os seguintes:

- A Wizards sabe da divisão entre os fãs de D&D e as Edition Wars. Além disso ela sabe que o Pathfinder está indo muito bem, assim como outras versões de D&D. A impressão que ele teve foi a de que a Wizards vai desenvolver produtos que fãs de outros jogos queiram ao mesmo tempo em que tentará vender os seus livros básicos.
- Muitas das coisas chatas que os fãs vem reclamando de várias edições de D&D estão com projetos para serem consertadas. Muitas delas levando em consideração sugestões dadas por jogadores ao longo desses anos. Isso foi uma das coisas que mais o deixou animado.
- Dessa forma, eles estão tentando trazer tudo de bom de cada uma das edições, por isso ele diz que vai ser uma edição bem "DM-friendly".
- Ainda está muito no início do processo de desenvolvimento e todo mundo terá chances de colaborar. O playtest aberto irá abrir em breve (abril ou algo assim). A Wizards quer ouvir o maior número de pessoas e opiniões diferentes sobre como o D&D deve ser.
- A Wizards diz que não vai mais tentar empurrar uma versão de D&D goela abaixo de jogadores, ela quer fazer o D&D que os jogadores querem.

Game Tonic na ENworld escreveu suas impressões sobre a nova edição também. Elas são breves mas uma boa informação sobre Forgotten Realms está entre elas.

- A quinta edição será uma edição que permitirá que qualquer estilo de jogo pegando o melhor de cada uma das edições tentando chegar na essência do que é D&D. Ele jogou uma versão do jogo e disse que em alguns aspectos parece uma versão retrô.
- A nova edição será composta por uma Set Básico simples que poderá ser complementado por suplementos e outras mecânicas permitindo adaptar ao jogo a diversos gêneros e estilos, aumentando ou diminuindo a complexidade.
- O playtest será muito mais aberto e extenso do que o que foi feito na quarta edição. Ele deve durar pelo menos um ano inteiro, em vários rounds.
- Forgotten Realms terá suporte desde o início (será que ele vai ser o cenário padrão?). Aliás será dado suporte a Faerun em diversos momementos, dando a possibilidade de você jogar em qualquer época do cenário, permitindo assim você usar seus velhos livros. Show de bola, hein?

Ameron do Dungeons Master falou um pouco do que já foi mencionado acima e acrescentou outros pontos.

- Se você ficou reclamando de tudo que a Wizards fez com D&D até hoje, essa é a sua chance de ser ouvido. Participe do playtest e diga o que você achou e o que você quer.
- Ele disse que não pode dizer muito das especificidades do sistema, mas ele disse que é tudo o que ele imaginava que D&D deveria ser. O jogo é rápido, divertido e emocionante.

Robert Schwalb publicou em seu site informações também:

- Eles pretendem fazer uma versão Universal de D&D, que permita que todos os jogadores de qualquer edição consigam jogar o mesmo jogo, da maneira que eles quiserem. Focando em exploração, ou em combate, ou em intriga ou em qualquer outro aspecto. Possivelmente os livros de qualquer edição poderão ser usados.

Bem, por enquanto é isso. Já deu para me deixar com água na boca, e vocês?

Fontes: