domingo, 14 de setembro de 2014

Reporte de Sessão - "The One Who Watches from Below" no Saia da Masmorra

Como acontece tradicionalmente todo mês aqui no Rio de Janeiro, ontem rolou mais um encontro de RPG do grupo Saia da Masmorra. Para quem não conhece, esse grupo promove encontros mensais entre jogadores de RPG incentivando jogos mais antigos, mais independentes, mais desconhecidos, evitando grandes nomes da "indústria" como D&D, Storyteller, GURPS e outros. O objetivo é fazer as pessoas experimentarem coisas novas e diferentes e é por isso que este é meu encontro favorito por aqui (sem falar que o pessoal do encontro é super gente fina).

O plano esse mês era levar o Edge of the Empire (o novo RPG da franquia do Star Wars) mas como eu li ele ano passado, estou relendo o monstrinho para me lembrar de tudo. Então eu resolvi levar um jogo que já está no meu sangue e posso conduzir facilmente: +Dungeon Crawl Classics Role Playing Game! Dessa vez levei uma aventura bem legal chamada "The One Who Watches from Below" que tem um climão de horror lovecraftiniano forte e poderia muito bem ser uma das aventuras do Conan em que ele encontra seres antigos e alienígenas que fogem de sua compreensão.

Em resumo, os personagens, como de costume no DCC RPG, são aventureiros ambiciosos em busca de ouro, glória, poder e conhecimento e, em uma noite na taverna do Macaco Caolho, ouvem falar sobre a "Caverna dos Segredos", um lugar onde pessoas com riquezas e, até mesmo, artefatos mágicos vão para oferecer esses objetos em troca de visões reveladoras e proféticas. O lugar seria cuidado por monges e estaria cheio de riquezas, apenas esperando um grupo oportunista o suficiente para ir lá tomá-las. E o melhor de tudo, um peregrino que retornara de lá recentemente trouxera uma mapa consigo e o deixou cair em meio a uma confusão (típico em tavernas, claro). Millaket, o guerreiro, aproveitou a distração e pegou o mapa para si.

Isso foi só o começo da peripécias do grupo. Eu não quero dar "spoilers" da aventura, que é excelente por sinal (comprem!). Ela envolve cultistas, interações sociais com NPCs que podem se tornar aliados ou inimigos do grupo, dependendo de como eles levarem esses encontros, craituras bizarras saidas de um conto de Lovecraft, armadilhas criativas e uma maldição super divertida que vai forçar os jogadores a serem bastante criativos (eles deveram se comunicar só com os olhos).

Sem falar demais, o grupo aprontou bastante. Eles roubaram cavalos na cidade (e quase foram pegos), invadiram o templo armados, um deles caiu na maldição e seus "companheiros" usaram seu corpo como escudo, inclusive jogando ele em armadilhas. Devido a um encontro um tanto bizarro envolvendo tentáculos gigantes cheios de olhos o grupo se separou e aí as coisas começaram a desmoronar. Parte do grupo achou alguns objetos valiosos e resolveu que já podiam ir embora (afinal, já tinham visto que aquilo lá não era só uma caverninha com monjes pacifistas). Outro jogador, no entanto, encontrou uns livros bem estranhos, contendo conhecimento antigo e nefasto, acabando por ter uma ideia genial: "e se eu me aliar a esse ser antigo e alienígena?"

Assim, realizando um ritual, o Feiticeiro do grupo fez um pacto com Shigazilnizthrub, ganhando poderes, um olho adicional na testa mas recendo a incumbência de sacrificar seus ex-amigos ao Antigo Deus. Depois disso vocês já imaginam o que aconteceu né?

O legal da aventura é que ela vem com uns Props divertidos para representar a maldição e eu levei umas Certidões de Óbito para dar aos jogadores que perdessem seus personagens. Inclusive, um dos jogadores, meu amigo Victor, conseguiu morrer duas vezes com o mesmo personagem! Como isso é possível? Bem, ele teve sua consciência separada de seu corpo pela maldição e daí seus amigos acabaram matando seu corpo, enquanto o usavam como objeto de testes pela masmorra, e depois morreu como um Gorila Albino Gigante que tinha dominado, quando o mago do grupo se virou contra eles.

No final, todos se divertiram muito (eu, com certeza, me diverti demais). Só o guerreiro que fugiu e o mago que se aliou a Shigazilnizthrub sobreviveram, mas a sessão foi bem animada até o final, sendo uma das mais legais que já levei no encontro até hoje.

Quem quiser conhecer um pouco mais do +Dungeon Crawl Classics Role Playing Game, dá uma olhada nessa resenha detalhada que eu fiz. Quem quiser comprar logo o jogo e essa aventura fantástica, é só clicar aqui e aqui, respectivamente.

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.