segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Um jogo que ainda jogarei daqui a 20 anos - #RPGaDay

Com o mundo globalizado que temos hoje e com a possibilidade de ler livros em outras línguas sem muitas dificuldades, é fácil nos vermos soterrados e enfeitiçados pelas enxurradas de novidades que aparecem a cada dia. Todo dia que eu abro o RPGNow para ver as novidades eu me reparo com, pelo menos, um jogo novo e, muitas vezes, me vejo interessado em testar essas novidades.

Mas o quanto dessa nova geração de jogos a gente joga pelo prazer da novidade e quanto disso são jogos realmente inesquecíveis e marcantes que continuaremos a jogar por mais 20 anos? Sinceramente, eu não faço ideia. Mas eu gosto de pensar que a imensa maioria dos jogos que eu jogo constantemente eu ainda vou querer jogar daqui a 20 anos. Aliás, algo que me passa pela cabeça agora que estou com 30 anos é: Será que eu vou querer jogar esse jogo com o meu filho ou filha? Será que esse pode ser um RPG que ele ou ela vai conseguir mestrar e jogar sozinho?

O primeiro RPG que me veio a cabeça quando pensei em um que ainda jogaria por mais 20 anos foi, é claro, o Dungeon Crawl Classics RPG. Mas como já falei tanto dele por aqui (vocês já devem estar de saco cheio), resolvi pensar em outro e, principalmente, algum que eu poderia jogar com meus futuros filhos sem o menor problema e complicação, mesmo sendo pequenos e outro já me veio à memória rapidamente.

Esse não poderia ser nenhum outro senão o Dungeons & Dragons Basic/Expert do Moldvay/Cook. Essa edição do jogo saiu bem no início dos anos 80 e mantém a simplicidade do D&D Original mas traz uma clareza e elegância singulares, sem contar que a experiência do jogo é toda inspirada pela fantásticas ilustrações estranhas do Erol Otus!

Com apenas algumas raças básicas, sem muitas regras ou frescuras para criar personagens (que ficam prontos em 5 minutos), acho esse jogo perfeito para continuar jogando e introduzindo jogadores no hobby por mais 20 anos, ou melhor 30, 40, 50, 100 anos! Sem falar que eu vejo uma criança de 10 anos pegando esse jogo e mestrando sozinha sem problema algum, o que é fantástico ao meu ver!

Então é isso. Um jogo que eu me vejo jogando daqui a 20 anos é o Dungeons & Dragons B/X (além de outros, é claro)! Quem quiser ver uma resenha dessa edição, é só visitar esse link e ver a resenha que escrevi há algum tempo.

Aliás, acho que vou levar uma mesa desse clássico no próximo JogaMitá (um evento de jogos de mesa em uma escola aqui no Rio de Janeiro) no final do mês!

Esta postagem foi a nº 20 do #RPGaDay! Daqui há alguns dias eu volto falando do meu RPG licenciado favorito!


Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.