terça-feira, 12 de junho de 2012

Pontos de Partida - Romance


Em homenagem ao dia dos namorados, a postagem de hoje do Pontos de Partida será com ideias de aventuras que envolvam romance. Paixão, amor, ciúmes e, até mesmo ódio gerado por meio desses sentimentos sempre foram motivações para aventuras. Aliás, eu já escrevi uma postagem aqui em como usar esse tema de uma forma mais adulta na sua mesa, propondo o romance como uma espécie de exploração e superação de desafios (veja a postagem aqui).

O amor leva as pessoas a fazerem coisas que nem elas mesmo se imaginavam capazes. Mocinhos podem virar bandidos, vilões podem se redimir dos seus feitos e heróis podem surgir motivados por uma paixão. Apesar disso, era comum, antigamente, que as pessoas se casassem e se unissem por vontades externas a elas. Seguir seu coração era apenas para poucas pessoas, ou com muito poder, ou com muita coragem, ou estupides. Mas que belas aventuras podem acontecer com aqueles que escolhem esse caminho não é?

Pontos de Partida são uma séria de postagens com o objetivo de fornecer algumas ideias que podem ser usadas para criar aventuras, mini-campanhas e, quem sabe até, campanhas inteiras (isso vai depender de cada um). As ideias são apresentadas com um contexto, uma ambientação mais apropriada e algumas perguntas que você pode responder para ir formulando a aventura. Não tenho a pretensão de ser a pessoa mais criativa do mundo (mas eu até tento ser criativo) e algumas idéias podem ser baseadas em algum filme, livro ou história que você ouviu antes, mas com certeza elas podem ser modificadas e camufladas de forma que sejam novas para seus jogadores. O objetivo é, com poucas palavras, propor uma situação ou cenário que estimule a cabeça a pensar em algo. Não são aventuras completas, com encontros, monstros e soluções pré-definidas, mas sim Pontos de Partida para que se cada um possa desenvolver as aventuras como achar melhor.

Assim, abaixo serão apresentadas três ideias que podem ser desenvolvidas em aventuras completas que tenham como foco uma relação amorosa (ou nem tanto).

1. Sequestro da Noiva: A filha de um nobre de uma cidade fronteiriça foi prometida a um rico comerciante da capital que quer, com isso, conseguir um título de nobreza em troca do pagamento de diversas dívidas da família da moça. No entanto, a jovem se apaixonou por jovem bárbaro da região e planeja fugir com ele antes do casamento. O planejamento era que, quando ela estivesse indo para a capital se casar, um grupo de bárbaros atacasse a caravana e a levasse embora com eles. Inicialmente, tudo deu certo, mas enquanto os "sequestradores" escapavam com a moça, um outro grupo os atacou e tomou a menina deles, deixando apenas um deles escapar, gravemente ferido, o namorado dela. O que será que aconteceu? Será que há um grupo de bandidos interessados em pedir um resgate? Será que esses novos sequestradores são rivais do mercador e não o querem ver ganhando um título de nobreza? Ou será que eles descobriram que o comerciante planeja matar a moça pouco tempo depois do casamento, já que não terá mais utilidade para ela? Se os aventureiros se envolvessem nessa trama? O que eles fariam? Deixariam a moça fugir com seu amor verdadeiro? Entregariam ela ao prometido marido? Ou pediriam um resgate eles mesmos?

2. Pretendentes: Em uma escola ou universidade, uma menina (ou menino) chama muita atenção do sexo oposto. Acontece que aos poucos seus pretendentes começam a desaparecer. Uma investigação pode revelar que eles estão mortos, encontrados de forma sinistra, com marcas estranhas como se sacrificados em um ritual bizarro. Acusações e boatos começam a se espalhar. Será que é a própria moça que está fazendo isso com eles? Será que ela é um bruxa que sacrifica os homens para o seu deus em troca de beleza e juventude eterna? Será que ela é uma Sucubus que veio ao mundo para espalhar tentação e se levar as almas daqueles que caírem em seus encantos? Ou será que há alguém com inveja que está fazendo isso para incriminar a moça? Os personagens podem ser investigadores, alunos da escola e universidade, pretendentes e apaixonados pela moça ou até mesmo policiais.

3. "O que é Amor?": Em um futuro distante, onde a sobrevivência, pura e simples, da espécie humana é tudo que importa, o valor dos sentimentos amorosos foi reduzido a quase nada. Os recursos naturais, tecnológicos e financeiros são raros e a civilização voltou ao barbarismo. O que acontece quando duas pessoas, de tribos inimigas se apaixonam, mas seus povos preferem ver os dois mortos a unidos? O que acontece com os personagens se eles acabam se envolvendo sem saber de tudo isso quando são contratados para levá-los até uma das poucas cidades "civilizadas" que ainda restam? E se nem eles mesmos entendem esse sentimento e a oferta para entregá-los às suas tribos for muito boa? Ou, se os próprios personagens forem o casal?

As ideias iniciais são essas três, mas com certeza é só parar para pensar um pouco que outras vão surgir, inspiradas no local que talvez seja o mais icônico do mundo dos RPGs!

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.