sábado, 5 de janeiro de 2013

Bate-Papo RPG - Retrospectiva 2012

Ontem aconteceu mais um Bate-Papo RPG comigo, o Fernando del Angeles da revista RolePunkers, e o Ricardo Mallen do grupo d30 RPG. Nos reunimos em um Hangout do Google + transmitido ao vivo para quem quisesse assistir e fazer comentários. Como dito na primeira postagem do primeiro Bate-Papo, o plano é fazermos isso de quinze em quinze dias para falarmos de RPG e assuntos correlatos a ele.

No anterior falamos um pouco sobre financiamentos coletivos, alguns que deram certo, outros que deram muito certo e outros que falharam miseravelmente. De lá para cá, vale lembrar do financiamento do Savage Worlds da RetroPunk que conseguiu bater todas as metas estabelecidas e arrecadou mais de 53 mil reais em cerca de dois meses. Os investidores que investiram pelo menos 100 reais na brincadeira vão levar para casa nada mais, nada menos, do que três livros coloridos de capa dura (um com o sistema completo e outros dois com o Cenário Selvagem Deadlands), isso sem contar a penca de PDFs de aventuras e suplementos. Esse financiamento talvez tenha feito um marco na história de lançamentos aqui no Brasil, e pode ser que dite um movimento bom para publicações independentes, vamos torcer.

Já na conversa de ontem, o assunto foi os lançamentos RPGísticos de 2012. Tivemos que manter o foco mais nos jogos que saíram por aqui, no Brasil, mas falamos de algumas coisas lá de fora também (eu teria falado mais, tinha um monte de coisa na listinha para falar, mas o papo já estava com uma hora e meia de duração). Abordamos lançamentos da RedBox, RetroPunk, Unza, Devir, Jambô, Coisinha Verde, Galápagos, Ícaro e outras editoras. Sobre os jogos internacionais não pudemos deixar de mencionar o lançamento do Marvel Heroic Roleplaying (que, na minha opinião, é o melhor jogo de super-heróis que já joguei), o Dungeon World (que é um jogo de fantasia inspirado em D&D com uns elementos mais "narrativistas"), os pacotes de playtest do D&D Next, o relançamentos dos livros do AD&D 1ª edição (por mim, o maior lançamento de D&D desde que a TSR foi comprada pela WotC), Runequest 6ª edição, a linha do Star Wars pela Fantasy Flight Games. Para saber dos detalhes e dos comentários sobre os jogos é só assistir clicando no vídeo abaixo.



No final, ainda falamos sobre quais são nossas expectativas para 2013, cada um falando de um jogo nacional que está esperando, e um jogo lá de fora. Eu mencionei um jogo que estou esperando há um bom tempo, o Warriors of the Red Planet, que será um retro-jogo inspirado no OD&D e em Barsoom de Edgar R. Burroughs. O jogo parece estar muito bom, e a arte é incrível. Parece que tudo ficará pronto em fevereiro. Estou aguardando! Em termos de lançamentos nacionais aguardo ansiosamente o Savage Worlds, para poder jogar aventuras furiosas do jeito que eu quiser. Mas, e vocês? O que estão aguardando para esse ano de 2013? E o que acham que a gente esqueceu de mencionar como lançamento legal de 2012?

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.