segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Bruxos & Bárbaros - Subindo de Nível

Em todas as histórias, sejam as mais simples, ou as mais complexas, os personagens mudam, evoluem (seja para o bem ou para mal). Está na essência de uma boa história essa mudança. Nos RPGs, isso não é diferente. As experiências que os personagens tem ao longo do jogo os transforma de diversas maneiras, seja psicologicamente, socialmente, espiritualmente, e até mesmo em termos de jogo. Alguns personagens se tornam mais habilidosos, aprimorando seus talentos com experiência. Outros vão adquirindo conhecimentos mais profundos, e entendo ainda mais aquilo que estudam. Em Bruxos & Bárbaros não é diferente, muita coisa pode mudar na vida de um herói de uma aventura para outra.

Como já mostrado na postagem anterior, os Pontos de Experiência ajudam a mensurar essas mudanças e transformações ao longo do tempo. Mas no B&B eu decidi por tornar essa "evolução" em algo mais divertido, narrativo, e criativo. Não basta, simplesmente, acumular um certo número de pontos e magicamente transformar seu personagem, é preciso mais. Afinal, estamos jogando um jogo de criação coletiva de histórias. Inspirando-me em certos jogos e criando algumas coisas que gostaria que outros tivessem, desenvolvi um pequeno "sisteminha" para evolução de personagens que até penso em utilizar em outros jogos.

Progressão dos Personagens

Nada mais natural que os protagonistas de uma história cresçam e se transformem em seu decorrer. Aliás, isso é o que torna as histórias interessantes, as mudanças. Nos contos de Espada e Feitiçaria de onde esse jogo retira sua inspiração, os heróis passam por diversas mudanças ao longo de suas carreiras. Eles começam pequenos, mas com grandes ambições, e vão vivenciando diversas aventuras, até perecerem lutando por aquilo que queriam, ou se tornarem grandiosos, como Reis.

Além disso, outra característica dos contos de Espada e Feitiçaria que está presente no Bruxos & Bárbaros, é a constante busca dos seus personagens por aquilo que desejam. Eles sempre querem mais e mais, nunca estando satisfeitos com aquilo que conquistam. Até porque, é comum que eles percam todo o ouro que pilharam na Torre de Zirtaeb em pouco tempo, seja gastando com prazeres carnais, ou seja porque foram roubados. Os personagens se preocupam em viver intensamente, e por isso sempre querem mais.

Pontos de Experiência

Os personagens tem sua progressão medida em níveis de experiência que vão do 1º ao 12º, significando os dois extremos de suas jornadas. No 1º nível eles são aventureiros inexperientes, munidos, praticamente, apenas com suas coragem e determinação. Ao longo do tempo, enquanto conquistam vitórias e glórias, elas vão adquirindo nova importância no mundo, vão aprendendo novas coisas, até que se tornam maiores que seus feitos. Isso é representando com o aumento de seus níveis.

Um dos requisitos para passar para o nível seguinte, é acumular uma certa quantidade de Pontos de Experiência. Por exemplo, para sair do 1º nível e chegar ao 2º, são necessários 20 XP. Para ir do 2º para o 3º o personagem precisará de 30 XP adicionais (totalizando 50 pontos). No entanto, não basta acumular XP para passar de nível em Bruxos & Bárbaros.

Interlúdio

Uma das características das histórias de Espada e Feitiçaria é que elas, em sua imensa maioria, eram episódicas, sem uma forte ligação casual e temporal entre elas, a não ser pelos seus protagonistas. Em um momento eles estavam assaltando a Torre de um misterioso Feiticeiro na parte Nobre da cidade, para no próximo conto estarem em busca de um tesouro perdido nas ilhas tropicais e selvagens do sul. O que aconteceu nesse intervalo de tempo? Onde os personagens estiveram? O que aconteceu? Quem encontraram?

Essas e outras perguntas podem e devem ser respondidas pelos jogadores entre as aventuras, principalmente quando estiverem tentando avanças em níveis de experiência. Se eles saíram a procura de ouro para pagar suas dívidas, o que acontece quando voltam de sua busca com mais ouro do que conseguiam imaginar? Ou se voltam de mãos vazias, mas contentes de terem sobrevivido a um encontro com um demônio de eras passadas? Se foram enviados a uma armadilha preparada por seus inimigos? Elas buscam vingança? Fogem de futuras perseguições? Enfim a história sobre o que acontece entre as histórias é importante e divertida de se contar, dando uma oportunidade aos jogadores de se integrarem melhor ao mundo de Anttelius, forjando-o com suas ações.

Além disso, para aquelas histórias realmente criativas, divertidas e que ajudem a dar um rumo interessante às futuras aventuras, introduzindo ganchos, personagens, e outros elementos que podem ser usados pelo Cronista, o mesmo pode presentear o personagem do autor com Pontos de Sorte, geralmente 1 ou 2 pontos, dependendo de quão boa forem essas histórias. Esses pontos de sorte, no entanto, não podem fazer o atributo Sorte do personagem ultrapassar seu valor inicial.

Para onde foi o meu ouro?

Outra constante nos contos dos quais esse jogo se baseia, é que todo o ouro que os protagonistas adquirem em suas aventuras não permanece com eles por muito tempo. Os personagens não se aventuram para acumular riqueza, mas sim para poder aproveitar os benefícios que essa riqueza pode dar a eles. Um ladrão, por exemplo, não guardaria todas as suas gemas a fim de um dia transferir seu patrimônio a um herdeiro. Ele gastaria até a última moeda aproveitando a vida, pagando festas, prazeres, e qualquer outra coisas que passasse pela sua cabeça.

Dessa forma, para que um personagem possa subir de nível, além de acumular certa quantidade de Pontos de Experiência, ele precisa gastar um valor em ouro que depende do seu nível. Quanto mais experientes, conhecidos, e poderosos, mais extravagantes vão ficando os heróis de Espada e Feitiçaria. Assim, uma das coisas que que o Interlúdio dos personagens deve abordar é como os personagens gastaram suas riquezas, ou se viram separados dela. A responsabilidade por criar essas pequenas narrativas é dos jogadores, mas a tabela abaixo pode ser usada como inspiração.

Para onde foi meu ouro? (1d20)

1.
Depois de uma noite de festa e bebedeira na taverna mais suja da Cidade-Estado, você acorda em um beco imundo, cercado de ratos, sem seu ouro, e com uma carta de agradecimentos.
2.
Apostando sobre o quão forte/ágil/sábio/esperto ou algum outro atributo do quão você se vangloria, você foi superado por uma pessoa da qual jamais suspeitaria poder te desafiar.
3.
Envolvido em uma confusão com as autoridades legais, você teve seus bens confiscados.
4.
Você é acusado por um crime que não cometeu e é perseguido para longa da cidade, tendo que abandonar seus bens.
5.
Você gasta tudo que tinha e o que não tinha em uma grande festa, que termina com dezenas de pessoas desacordadas e nuas.
6.
Depois de uma noite de bebedeira da qual mal consegue se lembrar, você acorda abordo de um navio em alto mar, parece que você o contratou para te levar até uma ilha misteriosa.
7.
Você se casa enquanto bêbado e descobre que sua esposa (ou marido) não é nem um pouco atraente. Custa-lhe caro desfazer essa confusão.
8.
Um velho feiticeiro lhe convence a comprar um artefato estranho, que você descobre em seguida não valer nada.
9.
Ao saírem para alguma reunião em que a outra parte não apareceu, vocês retornam para descobrir que foram roubados.
10.
Você não tem certeza de como aconteceu, mas você agora faz parte de algum tipo de organização ou culto secreto e teve que entregar uma grande soma em ouro para entrar.
11.
Um velho conhecido aparece precisando de muito dinheiro, e ele sabia exatamente o que te dizer para conseguir a quantia de você.
12.
Um credor bastante convincente aparece e você não tem muita opção se não pagar o que devia.
13.
Viajando em um navio que carregava suas riquezas, uma besta marinha afunda a embarcação e você sobrevive apenas com o que conseguiu carregar enquanto nadava.
14.
Voltando bêbado depois de uma festa com meretrizes, você é cercado por assaltantes que te espancam para lhe roubar seu ouro. O estranho é que eles sabiam seu nome.
15.
Você gasta uma grande soma de dinheiro para poder impressionar uma pessoa que lhe acendeu um interesse.
16.
Você adquire um mapa de tesouro de um homem estranho que desaparece logo depois.
17.
Você sonha com uma antiga rainha de beleza singular que parece muito irritada por você ter pego suas riquezas. Quando acorda, parte de seu ouro desapareceu.
18.
Você perde tudo em uma casa de apostas, e ainda está devendo a um senhor do crime local.
19.
Acreditando estar amaldiçoado por alguma razão, você recorre até um curandeiro local para se livrar dela. No entanto, isso custa caro.
20.
Você esconde seu ouro em algum lugar, mas quando volta para busca-lo apenas encontra um pergaminho com um símbolo estranho.

Subindo de Nível

Tendo os Pontos de Experiência necessários e tendo preparado um Interlúdio interessante (e que aborda como o personagem pode ter se separado de seus tesouros), o personagem pode avançar um nível de experiência. A tabela abaixo mostra a quantidade de XP e de dinheiro necessário para se alcançar a cada nível, do 1º ao 12º.

Nível de Experiência
XP necessários
Gasto
-
-
20
100 m.o.
50
200 m.o.
90
400 m.o.
140
600 m.o.
200
1000 m.o.
270
1500 m.o.
350
2000 m.o.
440
3000 m.o.
10º
540
5000 m.o.
11º
650
7500 m.o.
12º
770
10000 m.o.

Reputação

O nível de experiência representa o crescimento, evolução, e aprendizado do personagem. Além disso, ele serve para representar o nível de reputação que ele possui. Quanto maiores os feitos e aventuras dos personagens, maiores são as chances das pessoas os conhecerem.

Assim, quando for pertinente, e tiver algum meio pelo qual algum outro personagem (PdC), posso ter ouvido falar sobre os aventureiros e seus feitos, o Cronista pode realizar um Teste de Nível, baseando-se no personagem sobre o qual está se determinando a reputação. O teste ainda pode sofrer um ajuste de +3/-3 de acordo com o julgamento do Cronista, com base nas circunstâncias, proximidade, e relevância da reputação para o PdC. Se o teste for bem sucedido, a reputação do personagem é reconhecida.

Reputação: Teste de Nível do Personagem (modificado em +/-3 de acordo com o Cronista).

Procedimento

Cumprido os requisitos listados acima para subir de nível o personagem, ele se torna mais experiente e deve atualizar suas estatísticas para refletir sua nova situação. Abaixo listaremos os procedimentos necessários para atualizar as estatísticas de sua ficha.
1. Atualize o nível na ficha de personagem.
2. Escolha um novo Título para refletir a nova estatura do personagem (opcional).
3. Determine a nova quantidade de pontos de Resistência com o Dado de Vida da classe do nível atual do personagem.
4. Anote as novas habilidades de classe adquiridas.
5. Atualize os Bônus de Ataque e Jogadas de Resistência.
6. Determinação das novas magias para classes conjuradoras.
E isso é tudo. São apenas seis simples passos e o personagem está pronto para sua próxima aventura. O que acharam?

Para acessar a página contendo todas as postagens do Bruxos & Bárbaros, clique aqui.

Para baixar o "Jogo Rápido" com regras para começar a jogar imediatamente, clique aqui.

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.