quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

RPG contra a AIDS!

Tenho visto muitos blogs e pessoas da esfera RPGística falando um pouco sobre o vírus HIV e fazendo uma campanha apoiando a prevenção e a conscientização sobre a doença. O dia primeiro de dezembro foi o Dia Internacional de Luta Contra a AIDS. Acho essa iniciativa muito legal, e a apoio totalmente. Nós, RPGistas, que na maioria das vezes, somos pessoas esclarecidas, com hábito de leitura, e certo conhecimento sobre o assunto, temos a obrigação de ajudar a transmitir informações a respeito do combate a essa doença da maneiro que pudermos. Seja com nossos amigos, familiares e jogadores.

É sim importante o uso de preservativos nas relações sexuais, é sim importante escolher bem o parceiro(a) com quem você terá relações. É importante também não deixar que o sexo seja um ato banalizado, como está se tornando hoje em dia. Mas o que nós podemos fazer além de falar sobre isso? Colocar esse tema nos nossos jogos.

Que tal se nas próximas aventuras nós introduzíssemos esse tema em nossas mesas? Ao invés de enfrentar Dragões, Mega-Corporações, Monstros Mitológicos, eles teriam que enfrentar uma doença? Vamos pensar em algumas idéias de como podemos abordar o combate à AIDS no nosso amado hobby.

Por exemplo, em um cenário de fantasia medieval, três bruxas, feiticeiras, ou demônios em forma de belas mulheres, ou belos homens começam um culto que enaltece o prazer carnal puro e simples. Eles seduzem, enfeitiçam e mantém relações com diversas outras pessoas na cidade, envolvidas no culto ou não. Isso faz com que uma doença comece a se espalhar entre as pessoas, uma praga nunca antes vistas. Muito começam a morrer sem a causa ter sido descoberta. Sacerdotes de alguns deuses se unem e tentam encontrar uma resposta para aquilo e buscam heróis para ajudá-los. A aventura seria investigativa com alguns confrontos com os cultistas, encontros com os vilões que tentariam seduzir os jogadores, quem sabe eles teriam que se infiltrar em um bacanal, ou coisas assim. No final, para vencer a doença, eles poderiam ter que encontrar um artefato mágico, chamado Kondom, e só com ele as pessoas poderiam ser curadas. Essa aventura poderia até ser usada em outros cenários também, de Horror contemporâneo, tipo Cthulhu, com algumas modificações.


Outra possibilidade seria uma aventura em que os personagens tivessem que resgatar a formula para uma vacina contra a AIDS que um laboratório estava pesquisando. Porém perto na data em que os mesmos anunciariam os avanços todo o material sumiu. Na verdade alguma organização poderosíssima estaria por trás do vírus e não quer que ninguém descubra uma solução para o problema. Essa organização pode ser qualquer coisa como uma Mega-Corporação, um Governo, ou mesmo a Igreja Católica (que é contra o uso de preservativos). Poderiam acontecer diversas coisas no decorrer da história, tentativas de assassinato contra os investigadores, chantagem, suborno, e qualquer coisa que uma sociedade muito poderosa pudesse fazer para ferrar a vida dos heróis. Essa história poderia funcionar muito bem tanto em um RPG contemporâneo como em um Cyberpunk.

A última ideia que vou deixar por aqui é para uma aventura que se passaria na Guerra Fria. Os personagens poderiam ser qualquer parte envolvida no conflito. A AIDS ainda não teria sido descoberta e na verdade se trataria de uma arma biológica criada por um dos lados ou por uma facção deles. Os heróis teriam descoberto essa arma e agora seus criadores estariam atrás deles, para silenciá-los. Trata-se de uma aventura tipicamente de sobrevivência.

Bem, essas são só algumas ideias de como poderíamos tratar desse assunto em nossos jogos ao invés de apenas mencionarmos ele em nossos blogs. Alguém gostou de alguma ideia? Tem alguma outra? É só compartilhar!