sexta-feira, 27 de abril de 2012

Usando ACKS em outros RPGs - Campanha com Múltiplos Personagens

Adventurer Conqueror King System (ACKS) é um Retro-Jogo baseado nas edição Basic/Expert de D&D com diversas adições, inovações e mecânicas voltadas para diversos níveis de jogo (você pode ler uma resenha completa dele aqui). Assim, o livro apresenta temáticas diferentes e focos distintos para cada momento do jogo. Funciona de maneira similar ao noção dos "tiers" do jogo do D&D quarta edição. O próprio nome do jogo define isso. Assim, há os personagens que são aventureiros, aqueles que se tornam conquistadores e os reis.

Uma das propostas do ACKS é justamente se explorar esses três estilos de jogo e de personagens ao mesmo tempo. Assim, um mesmo jogador teria três personagens. Um de nível baixo, um aventureiro, inexperiente, que está apenas começando a sua jornada. Outro seria um personagem mais experiente, um conquistador, que já busca algo mais além de tesouros e masmorras, ele quer conseguir algo concreto, livrar uma região de criaturas, dominar um território selvagem ou encontrar um reino perdido. Por fim, um terceiro personagem, bastante experiente e influente, um rei, um sumo-sacerdote, um líder de uma grande guilda de ladrões. E o mais legal é interlaçar esses personagens, fazendo com que todos eles estejam ligados de alguma forma. Talvez um seja senhor do outro, mestre e aprendiz, pai e filho, irmãos ou qualquer coisa que você e seus jogadores puderem imaginar.

Indo além disso, por que não fazer com que esses personagens se relacionem com os outros personagens dos outros jogadores. Vai ver os grandes líderes, reis, sumo-sacerdotes e líderes de guilda eram companheiros de aventura que se separarem por algum motivo. Eles podem ser amigos, rivais ou inimigos hoje em dia e tenham que se juntar novamente para resolver alguma pendência. E assim, ligando os três personagens de cada jogador com os outros de outros jogadores vocês podem montar uma rede de relacionamentos muito rica, interessante e que pode dar muito pano para manga para diversas histórias que os próprios jogadores podem te ajudar a criar.

Para deixar as coisas ainda mais interessantes você pode fazer com que os personagens de um jogador se relacionem mais intimamente com os de outro jogador. Assim, ao invés do seu personagem de nível intermediário de experiência (o "conqueror") ser mentor, pai, irmão ou algo assim do seu personagem mais novato, ele é isso do personagem inexperiente de outro jogador. Assim você evita aquelas cenas em que um jogador deve simular diálogos com ele próprio e faz com que todos os jogadores acabem se envolvendo uns com os outros, deixando todos melhor inseridos na história e na campanha.

Fazendo isso, os jogadores terão oportunidade de explorar diversos tipos de aventuras, lugares e desafios diferentes sem precisar trocar de jogo, cenário ou história. Uma aventura de um grupo de personagens pode trazer influência no outro grupo. Os líderes, reis e sumo-sacerdotes, pode recrutar os menos experientes para ajudá-los em alguma missão, enquanto eles se ocupam de tarefas maiores ou de suas responsabilidades. Os conquistadores podem descobrir algo realmente grava em suas explorações e pedir auxílio dos personagens mais poderosos e assim por diante. É uma ótima maneira de se experimentar todos os aspectos de um jogo sem precisar passar anos jogando ou mudar de campanha, sem contar que essas relações podem deixar a história bastante rica e interessante sem o mestre ter o trabalho de criar tudo.

Resumindo, fazendo com que cada jogador tenha três personagens, de níveis variados, interligados com os personagens dos outros jogadores pode dar a oportunidade de uma campanha ser jogada de vários ângulos e formas distintas, sem precisar criar outra campanha. Os jogadores e o mestre podem experimentar diversas maneiras de jogar e estilo de aventuras. Além disso, esse interrelacionamento entre os personagens pode criar uma trama bastante instigante e envolvente para o jogo. Então, que tal experimentar isso na sua próxima campanha?

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.