sexta-feira, 27 de junho de 2014

Aventureiros do Mundo Perdido - Poderes Mentais e Técnicas

Continuando com as postagens sobre o Aventureiros do Mundo Perdido, vamos falar hoje um pouco sobre os poderes e técnicas dos Místicos e Monges. No artigo anterior, explicamos como funciona os poderes e invenções dos Cientistas, com a sua Superciência.

Os Poderes Mentais dos Místicos são originários da mesma lista de poderes das Invenções dos Cientistas, mas funcionam de uma forma um tanto diferente, já que não dependem de um mecanismo ou energia elétrica, mas sim da vontade e vitalidade do personagem. Já as Técnicas dos Monges são habilidades desenvolvidas por esses personagens que os permitem realizar feitos que antes não eram possíveis ou tornam suas habilidades ainda mais extraordinárias.

Poderes Mentais

Alguns raros indivíduos possuem uma habilidade quase mágica de alterar parte da realidade com a força de seus pensamentos. Como eles conseguem fazer isso ainda é um mistério para os mais inteligentes cientistas mas isso não os impede de realizar testes e experimentos com esses indivíduos, muitas vezes fatais. Alguns deles servem como agentes especiais de organizações e governos, outros usam seus poderes instintivamente para seus próprios fins, mas todos são envoltos de mistérios e misticismos.

Manifestações

O nome dos poderes usados pelos Místicos são Manifestações e elas funcionam de uma maneira especial, dependendo da Vontade do personagem. A cada nível no Arquétipo Místico, o personagem aprende duas novas manifestações que pode utilizar a vontade (até o limite que achar seguro, já que Manifestações drenam pontos de Vitalidade para serem usadas). Algumas Manifestações exigem certo nível no Arquétipo Místico para serem aprendidas e podem ser mais difíceis de acionar, como explicaremos abaixo.

Acionando Manifestações

Quando um personagem quer usar uma de suas Manifestações, ele precisa pagar o seu custo em pontos de Vitalidade e ser bem sucedido em um Teste envolvendo seu Atributo Vontade e o Arquétipo Místico. Esse custo é geralmente igual a 2 (salvo quando o texto do poder diz o contrário) e representa o custo básico para ativação do mesmo. A dificuldade, por sua vez, é normalmente Difícil, mas pode haver poderes que exijam uma dificuldade ainda maior ou que seja resistida por seu alvo.

Além disso, o jogador pode querer potencializar a Manifestação, ampliando seus efeitos (seja duração, dano, alcança, número de alvos). Mas para isso, ele precisará pagar o custo básico novamente para cada incremento desejado, tornando Manifestações muito poderosas bastante perigosas para o usuário.

Técnicas

Técnicas são habilidades especiais desenvolvidas pelos personagens com níveis no Arquétipo Monge. Por meio de um treinamento rígido e aprimoramento tanto físico, como mental e espiritual, os personagens aprendem a realizar ações e feitos que muitos duvidam serem possíveis, desafiando os limites do homem que conhecemos. Personagens com essas técnicas não são, necessariamente, monges, mas tiveram algum tipo de treinamento especial e “estranho” que os permitiu obter tais resultados, talvez através de um projeto secreto de uma organização militar, visões espirituais, drogas ou outra coisa.

Acionando Técnicas

Essa habilidades não precisam ser acionadas pelos jogadores, normalmente, mas funcionam como amplificadores de suas habilidades naturais, ou permitem que os personagens realizem ações que eles não poderiam nem tentar sem possuí-las. Em termos de jogo, a maioria das Técnicas fornecerá bônus, modificadores e alteraram como as regras afetam o personagem de uma forma benéfica.
Caso alguma dessas habilidades precise ser ativada ou tenha um funcionamento específico diverso do que foi explicado aqui, na sua descrição haverá uma explicação dos procedimentos necessários para implementá-la em jogo.

E isso é tudo que se precisa saber para conhecer o funcionamento dessas habilidades. Agora falta terminar a lista de poderes e técnicas para mostrar pra vocês.

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.