sexta-feira, 20 de junho de 2014

Acabei de cancelar a "pre-order" do novo D&D

Em face à minha última postagem relativa à nova edição de Dungeons & Dragons, na qual eu mostrei minha mudança de postura em relação ao jogo e o nascimento de um nova esperança, venho por meio desta informar que, infelizmente, volto a ter meu pé atrás com esse jogo. Aliás, cancelei todos os "pre-orders" que eu tinha feito. Vou esperar o Basic para ver o que tem lá.

Mas por que essa mudança agora? Bem, para quem está acompanhando o "Bafafá" na internet, nos blogs e nas redes sociais, sabem que de dias em dias, ou quase tudo dia, um "preview" novo aparece por aí, seja com ilustrações, páginas dos livros e, recentemente, a ficha de um dos personagens do Starter Set. A primeira coisa que me surpreendeu foi a quantidade de informações para um ficha de jogo para inciantes, mas fora isso E foram essas coisas que começaram e duvidar da minha empolgação recente.

Como relatado na postagem precedente, havia boatos de que o D&D "Basic" como estão chamando a parte central e principal do jogo e, por consequência, o Starter Set que é para iniciantes e iria usar as regras do Basic seria bastante similar às primeiras versões do D&D, com uma apresentação mais moderna, é claro (CA positiva, um sistema mais integrado e essas coisas). Mas o "feel" e o estilo do jogo seria praticamente o de um D&D da TSR. Os livros básicos, o Player's, DM's e o Monster seriam expansões e "upgrades" pra trazer ao jogo diversas opções de regras modernas e customização do jogo, como é o comum das edições mais recentes do Jogo de Fantasia Original.

Daí vem a minha surpresa ao ver a ficha de um simples guerreiro do Starter Set com uma lista de maias de 10 perícias, poderes e habilidades (feats) do nível de super-poder das edições mais recentes, +5 de bônus de ataque, com uma Cota de Malha que dá +7 pra CA, auto-cura e ações extras, tudo isso nos primeiros níveis do personagem. Uau... Me vi nos dias do D&D 3.X com um jogador que era um terror na nossa mesa de tantos combos e absurdos que ele conseguia fazer, isso em níveis baixos. Não quero isso de novo pra mim.

E não, eu não quero um jogo idêntico às edições anteriores (eu já as tenho pra isso), mas um jogo que seja compatível e capaz de invocar o clima que elas invocavam. Eu tinha esperança que a versão mais básica, com menos regras e para iniciantes do suposto sistema modular novo fosse capaz de fazer isso mas, aparentemente, não vai ser.

Então, por enquanto, a postura volta a ser de observador distante. Cancelei minhas pre-orders do Starter Set e dos livros. Vou pegar o PDF grátis quando sair e ver no que dá, mas volto a não esperar muita coisa da nova encarnação do jogo.

Tenho certeza que ela é bem feita e vai agradar muita gente, muito mais do que a última edição. Mas, infelizmente, acho que não vai ser a minha praia. Mas não tem problema, tem muitos outros jogos por aí que são. O dinheiro que vou economizar dom o D&D novo vai para outros jogos (quem sabe uma terceira cópia do livro básico do DCC RPG). Enfim, voltemos à programação normal!

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.