domingo, 21 de outubro de 2012

Itens Mágicos - As Mochilas da Irmandade

Uma velha mochila pode ser mais do
que aparenta ser...
Em outra oportunidade, fiz uma postagem sobre como tornar os itens mágicos de um jogo mais fantásticos e misteriosos. Agora, está na vez de trazer alguns exemplos e criar objetos que possam ser utilizadas nas mesas por aí. Por isso, comecei uma série que trará sempre um item mágico diferente, com uma origem, história, propósito, poderes e, por que não, ganchos de aventuras ligados a ele. O primeiro item apresentado foi a Moeda de Rulak, um item que é, ao mesmo tempo, uma benção e uma maldição. Hoje, trago as Mochilas da Irmandade.

As Mochilas da Irmandade: Essas mochilas (existe um número limitado delas) tem a aparência de velhas e surradas mochilas de couro, com um símbolo grande em baixo relevo mais escuro, o símbolo da Irmandade. Apesar de parecer muito velha e desgastada, é preciso bastante esforço para rasgá-la ou destruí-la de outra forma, como se uma espécie de campo mágico lhe desse maior resistência. Se encontrada, ela provavelmente estará perto dos restos mortais de um aventureiro ou ex-membro da esquecida sociedade, surpreendentemente bem conservada se comparada às outras coisas.

Poderes: Aparentemente, as Mochilas da Irmanadade funcionam como uma "bag of holding", ou seja o item é encantado para que suas dimensões internas sejam muito maiores que a externa, podendo carregar muito mais objetos dentro dele do que sua aparência indicaria. É como se houvesse uma distorção no espaço tempo dentro da mochila. Mas não é só isso. Todas as mochilas estão conectadas umas com as outras. Isso faz com que qualquer item colocado dentro de uma possa ser alcançado e pego em outra Mochila da Irmandade. Mas isso não é aparente e dificilmente um usuário irá perceber isso, a não ser que suas coisas comecem a sumir e outras a aparecer. Além disso, os possuidores dessa mochila, assim como elas, formam uma ligação mágica. Eles começam a se sentir ligados e que possuem um dever e uma lealdade um para o outro, dificilmente atacando ou prejudicando diretamente outro possuidor de uma das mochilas. Isso, no entanto, não é imediato, e vai aumentando com o tempo.

Origem: Não se sabe ao certo se essas mochilas foram criadas por um mago poderoso da ordem ou por uma entidade extra-planar que a apoiava e a guiava, já que para criá-las seria preciso um vasto conhecimento e um poder considerável que poucos homens conseguem alcançar. O fato é que foram criadas para servir a uma sociedade secreta que tinha a missão de vigiar o mundo e protegê-lo de criaturas bizarras e aberrações de outras dimensões (pelo menos é o que poucos registros dizem sobre a Irmandade).

História: A Irmandade era uma ordem de aventureiros que ficou encarregada de defender o mundo de seres caóticos de outras dimensões que, de tempos em tempos, visavam adentrar o mundo mortal. Assim, como eles eram poucos, tinham que cobrir grandes territórios, dificultando o compartilhamento de recursos e informações. Por isso as mochilas foram criadas, para que os objetos que possuíam pudessem servir a todos quando fosse necessário. A Irmandade obteve sucesso em seus objetivos por muito tempo, por diversas gerações, até que um traidor se infiltrou entre eles. E, de dentro da ordem, ele começou a sabotá-la e permitir que seus inimigos adentrassem o nosso mundo. Um a um, seus membros foram sendo mortos, até que, por fim, uma maldição foi lançada sobre as Mochilas, fazendo com que todos que a usassem estivessem ligados para sempre, assim como os objetos dentro delas. Assim, morreram todos os membros da Irmandade, e o paradeiro de todas as mochilas foi perdido.

Propósito: As mochilas foram criadas com o propósito de serem utilizadas para combater criaturas caóticas de outras dimensões e planos. Sendo assim, seus possuidores se sentem compelidos a combater essas criaturas e sentem repulsam por elas. Além disso, devido a maldição, seus usuários se sentem ligados e compreendidos pelos outros usuários das mochilas, com a sensação que possuem um destino em comum. A única forma de quebrar a ligação seria conseguindo justiça contra aqueles que traíram a Irmandade.

Ganchos para Aventuras
1. Os personagens acham uma das mochilas com um esqueleto. Dentro dela encontram um diário de uma das últimas missões do ex-membro e aquele que fica com a mochila se sente compelido a terminá-la. Por coincidência, o portal que ele deve fechar fica na masmorra para onde estavam indo.
2. Depois de acharem a mochila a estarem usando, um item importante some da mochila e o seu usuário passa a ter visões do outro possuidor de uma das mochilas. Agora eles devem se encontrar e entender o que está acontecendo.
3. Os personagens são premiados com as mochilas por uma missão que cumpriram. Acontecem que eles começam a ter visões de tempos passados, sobre a traição e a desgraça que caiu sobre a ordem. Agora, espíritos de antigos membros imploram por justiça.

Considerações Finais: Outras situações interessantes podem ocorrer com a mochila, como uma delas indo parar na mão de um inimigo do grupo, ou conter o espírito de um dos membros que tentam se apoderar do personagem. As Mochilas da Irmandade são itens poderosos e que tiveram uma passado marcante e trágico, isso pode ter afetado seus poderes e funcionamento de maneiras bem diversas. Use a criatividade.

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.