quinta-feira, 10 de março de 2016

Problemas com sua Bag of Holding

Bags of Holding, ou mochilas de carga, são itens mágicos que em vez de terem depositadas suas coisas dentro de si, as guardam em uma dimensão de bolso paralela, aliviando imensamente o peso dos personagens e suas montarias, quebrando o galho do mestre no processo, que não mais precisa se preocupar com cálculos de peso e carga. Isso acaba, porém, com os vários ganchos possíveis a partir da dificuldade de se mover o tesouro e itens maiores do grupo, mas podemos trabalhar para remediar isso.


A seguir, trago uma tabela de problemas que podem acontecer com a bag of holding além da manjada Bag of Devouring, tirando o grupo dessa zona de conforto, tornando seu item mais único e a magia mais caótica e imprevisível em sua campanha. (Role 1d12)

01. Sempre que o item é aberto, milhares de vermes rastejam para fora e, possivelmente, há um verme bem maior habitando a dimensão de bolso.

02. Em 1d12 meses, todo o conteúdo armazenado na bolsa será retirado em uma outra abertura, dentro da torre de um arquimago traiçoeiro e fanfarrão chamado Zoid que deixa apenas um bilhete agradecendo o depósito e convidando o grupo a tentar recuperar seus pertences em sua insana e divertida residência.

03. A bolsa tem o formato de um sapo grande e gordo; quando 100kgs forem guardados ali, ela se transformará em um resistente e parrudo sapo vivo que se dirigirá sempre na direção da torre de uma princesa distante.

04. Quando o conteúdo da bolsa ficar muito pesado, pequenos gnomos se revelam cobrando uma porcentagem bem alta pela guarda do material; eles tomam conta de um banco que funciona na dimensão de bolso, com acesso a várias outras bags of holding pelo mundo. Deixar de pagá-los costuma dar muito, muito azar e parece que os pequeninos e ardilosos seres têm grande influencia em diversos reinos humanos e um excelente esquema de proteção.

05. A dimensão de bolso da bag of holding é um zoológico onde um mago mantinha bestas e criaturas sob um encanto que reduz seu tamanho, deixando-as inofensivas. Ao serem tiradas de lá, porém, há 05% de chance de que percam o encanto e voltem

06. Lá de dentro da bolsa pode-se ouvir lamentos, gritos de sofrimento, cânticos tristes ou mesmo chamados misteriosos. A dimensão de bolso estourou e agora há uma passagem para uma caverna no mundo dos mortos.

07. A bag of holding tem uma capacidade de armazenamento imensa. Tão grande que, ao longo do tempo, muitos e muitos itens de todo tipo foram se acumulando por lá. Ao se buscar algo na bolsa, role 2d6 para ver o que sai: (2 a 4) entulho e objetos inúteis (5) obra de arte de nenhum ou pouco valor (6) instrumento útil - ex: vara de pescar (7) um objeto misterioso - mágico ou do futuro (8) Um osso de qualquer espécie (9) um animal de pequeno porte - inclusive peixes ou insetor (10) uma moeda de cobre (11) uma poção ou bebida de natureza indetectável antes do consumo (12) O seu objeto desejado

08. A bag of Holding foi criada por um mago mudo mas fala, e muito. Reclama o tempo todo de carregar peso. Faz chantagem. É muito inteligente, serve apenas aventureiros que julga terem algum potencial - senão se nega a se abrir, ameaça explodir, etc - e tem o poder de encantar uma pessoa por vez, pedindo que seja seu guardião.

09. Dentro da bolsa há uma pedra preciosa do tamanho de um punho. A cada retirada da bolsa, há uma chance crescente de 1% de seu antigo dono aparecer: um dragão que acordou de seu longo sono e deu falta de sua bolsa e de sua gema. É bem provável que vá querer levar tudo que há ali dentro.

10. Há uma famíilia de anões, que falam apenas uma língua antiga, aprisionados dentro da bolsa há muitos e muitos anos. Eles insistem em repetir os nomes "Or'Gadan", que é o lendário reino que lideravam, e "Kommen So-ol", um demi lich que ocupou seu território com sua horda de mortos-vivos.

11.
A dimensão de bolso estourou. Toda vez que for utilizada, há uma chance de 05% de sugar o usuário, que precisará testar sua rapidez em fechar a bolsa antes de ser lançado sem rumo pelo astral. 

12. A bag of holding reproduz em sua pocket dimension o mundo a seu redor. A cada noite que dormem perto da bolsa, os personagens acumulam 1% de chance de acordarem na pocket dimension, que é a realidade reproduzida, mas com toques absolutamente surreais e bizarros de porções mal copiadas da realidade, cores estranhas e objetos mal alocados, como árvores roxas, pedras etéreas e peixes nadando em pleno ar.



Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.