quinta-feira, 31 de outubro de 2013

A Besta dentro de Nós - Homens Bestas em RPGs

Eu quase esqueci de fazer uma postagem para a Ciranda de Blogs esse mês. Tem tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que fico até perdido. Mas tudo bem, ainda dá tempo. Como sabem, o tema sugerido para a Ciranda foi composto por duas palavras: Mudança e Animais. E daí, algumas ideias começaram a surgir. Provavelmente eu poderia ter feito mais de uma postagem com isso, mas acabei escolhendo uma que se voltasse mais para um gênero que gosto muito, que é Espada e Feitiçaria.

E sobre o quê eu poderia escrever dentro desse estilo que se encaixasse no tema se não Homens Bestas, criaturas tão clássicas e intrinsecamente ligadas a nós. Ao mesmo tempo selvagens, monstruosos, e tão parecidos conosco. Essas criaturas aparecem em diversas histórias, jogos, filmes, e aventuras. Sempre de maneiras diferentes, mas tocando em alguns aspectos em comum. Essa postagem, então, é apenas para discutir e refletir sobre a utilização dessas criaturas em nossas mesas.

Homens Bestas Como Monstros Caóticos

Talvez a forma mais comum de retratar esses seres nos jogos de fantasia. Nesse caso, os Homens Bestas são produtos de experimentações caóticas, cruéis, e com objetivos sinistros de se criar servos, soldados, e armas estranhas para seres "superiores". Só que na maioria da vezes, esses superiores não conseguem manter o comando de suas criações, ou acabam esquecendo delas, e os homens bestas ficam soltos pelo mundo, seguindo seus próprios instintos deturbados, violentos, e confusos. No mundo do jogo, eles são um pouco mais do que monstros estranhos. Apesar de quase bestiais, em sua maioria, eles ainda retém algum traço de humanidade (ou algo que nos faça lembrar dela), talvez de seus ancestrais que foram utilizados pelos seus criadores. Isso faz com que sua utilização na mesa de jogo seja, basicamente, de inimigos, lacaios de algum ser antigo e poderoso. Mas como não são simples "monstros", possuem algo que lembra humanos, alguns jogadores podem se sentir desconfortáveis de simplesmente matá-los, ainda mais se revelado que eles já foram como eles (algo como "eu sou você amanhã).


Homens Bestas Como Ancestrais Selvagens

Outra abordagem relativamente comum é a de que esses homens bestas são seres ancestrais, antigos, oriundos de eras passadas. Os homens seriam recém-chegados ao mundo, e os homens fera seriam ancestrais distantes, que já tiveram suas próprias sociedades e agora vivem à sombra de seu passado. Alguns ainda se mantém apegados aos restos de civilidade, vivem em suas ruínas e lutam para preservar o que restou dos tempos antigos. Enquanto isso, outros se renderam completamente a sua nova situação, e se tornam selvagens e brutais, como feras e bestas. Dessa forma, quando utilizados dessa forma, os homens feras podem ser divididos em tribos, povos, e facções. Aqueles que ainda guardam lembranças de seu passado, retêm segredos de antigamente, e aqueles que são inimigos selvagens e buscam trazer aos outros povos a desgraça que recaiu sobre eles (quem sabe até como um sinal do fim trágico que pode ser o destino da humanidade).

Homens Bestas como Nobres Selvagens

Ainda, outra possibilidade, é a dos Homens Bestas serem remanescentes de um povo nobre e antigo que agora vive entre os homens normais. São números serão muito reduzidos e serão, praticamente, uma raça em extinção. Eles podem ser admirados por algumas pessoas pelas suas qualidade "não-humanas", e odiado por outras justamente pelos mesmos motivos. Eles podem até ser criaturas lendárias, que vivem seclusas em certos pontos e são buscados pelos homens em momentos difíceis.

Enfim, essas criaturas são bastante simbólicas e tem uma ligação íntima com os seres humanos, até mesmo de forma perturbadora as vezes. Eles são como nós, mas diferentes ao mesmo tempo. Eu, particularmente, gosto mais da primeira versão, onde esses homens bestas são criaturas feitas por civilizações antigas que perderam o controle. Elas forma humanas um dia, mas tiveram sua natureza deturpada. Quem sabe os aventureiros não acabem encontrando alguém capaz de transformar eles ou seus entes queridos nessas bestas caóticas?

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.