sábado, 11 de agosto de 2012

Cinco anos se passaram, desde o retorno do Rei Sobre a Montanha...

Meu caro amigo,

Como eu gostaria de convencê-lo a vir até aqui para ver, com seus próprios olhos, que aquilo que conseguimos juntos não foi em vão. Nós fizemos muitas coisas boas desde a morte do Dragão e a recuperação da Montanha Solitária. O esplendor de nossas conquistas supera e muito os sonhos mais grandiosos que Thorin tinha, quando ainda planejávamos nossa pequena aventura.

E pensar que quase cinco anos já se passaram! Você pode dizer que nós não tínhamos muita confiança em você naquele tempo. Hoje, sinto muita falta dos dias que passamos juntos, e trocaria rapidamente essa vida pacata que tenho por mais uma perigosa aventura. Impressionante, eu sei, mas acho que dormir sobre as estrelas com uma espada ao meu lado talvez acalme minha mente perturbada.

Eu não sei exatamente o que me deixa assim, mas uma inquietude tem se tornado um fardo constante em meu coração. O terrível Dragão, Smaug, foi eliminado, o Necromante foi expulso de sua fortaleza na floresta e, depois da Guerra dos Cinco Exércitos, os goblins e orcs estão com medo de deixar seus buracos escuros nas montanhas. Nós temos todos os motivos para esperar com uma nova era de prosperidade e paz.

Mas algo está errado e não sou o único a perceber isso. Um sombra, percebida mas não vista. A presença de uma ameaça desconhecida que impede que as pessoas possam aproveitar completamente essa prosperidade e esperança que deveria ter seguido esses feitos e o retorno da luz.

Baboseira? Talvez. Afinal, eu sou um velho anão e aqueles que ainda me dão ouvidos são poucos. Para cada voz que tenta dizer palavras de avisos, outras muitas se levantam para dizer que nossas vitórias recentes nos compraram um momento de tranquilidade. Apesar da minha insistência de que algo errado, a complacência da maioria impera.

Querido Bilbo, intimamente eu sinto que deveríamos nos manter atentos e alertas os outros ao nosso redor dos perigos de se auto-congratular. Todos ao nosso redor parecem estar apenas olhando para dentro de si, preocupados apenas com seus próprios interesses e aquilo que acontece debaixo de seus narizes. Em breve me encontrarei com Gandalf para falarmos sobre esse assunto e, quem sabe, visitar você no belo oeste.

Balin, filho de Fundin

Em breve, no Dungeon Carioca, dia 26 de Agosto, uma mesa com o RPG "O Um Anel", a ser lançado pela editora Devir. Aguardem...

Se você gostou da postagem, visite a página do Pontos de Experiência no Facebook e clique em curtir. Você pode seguir o blog no Twitter também no @diogoxp.